ELPR-260-R

Clique para Ampliar (imagem)


Vídeo

Descrição

Equipamento Combinado de hidrojateamento e alta sucção/vácuo, dotado de sistema de reciclagem de água, modelo ELPR-260-R, marca SIBRAVAC, para desobstrução e limpeza de redes de esgoto, galerias de águas pluviais, poços de visita, bocas-de-lobo, caixas retentoras de óleo, de areia, gorduras, limpeza de caixas e tanques em ETA"S e ETE’s, instalado sobre chassi de caminhão fornecido pelo Cliente, de modo a torná-lo transportável, com as seguintes características:

Especificações

Tanque Reservatório

Tanque em formato cilíndrico e tampos abaulados, construído em chapa de aço carbono de espessura 3/16” (4,76 mm) e reforçado externamente com cintas de viga “U” laminada, dividido em dois compartimentos sendo, um na parte dianteira destinado a água de hidrojateamento e outros na parte traseira para armazenamento dos detritos coletados por sucção, equipado com os seguintes acessórios:

Compartimento de Água

  • Quebra-ondas na parte interna;
  • Boca de visita / abastecimento Ø 500 mm, com respiro tipo cabo de guarda-chuva na parte superior;
  • Visor de nível tipo coluna;
  • Dreno inferior com registro de esfera Ø 2”;
  • Tubulação com registro gaveta e bocal tipo “storz” Ø 2.1/2” para carregamento por hidrante;
  • Linha de alimentação da bomba de alta pressão com registro de esfera e filtro “Y” Ø 2.1/2”;
  • Compartimento de Detritos
  • Boca de carregamento na parte superior do tanque para acoplamento da lança telescópica;
  • Boca de inspeção na parte superior do tanque Ø 500 mm e tampa com vedação resistente à pressão e vácuo;
  • Válvula de esfera anti-retorno instalada na parte interna do tanque, para fechamento automático do fluxo de ar do sistema de sucção quando o tanque atingir o nível máximo;
  • Dois visores de vidro temperado com prático sistema de limpeza;
  • Tubulação de descarga com registro de esfera Ø 4” e bocal de engate rápido, instalado na parte inferior da tampa traseira;
  • Filtro espiralado instalado na parte interna do tanque para retenção de sólidos e drenagem do líquido, com registro de esfera e bocal de engate rápido Ø 4” instalado no ponto mais baixo da tampa traseira;
  • Tampa traseira disposta sobre dobradiça na parte superior, com abertura/fechamento através de cilindros hidráulicos, travamento através de cunhas metálicas acionadas hidraulicamente, e vedação em borracha nitrílica;
  • Geral
  • Sistema de basculamento do tanque através de cilindro hidráulico de dupla ação;
  • Escada lateral para acesso à parte superior do tanque;
  • Calha traseira para evitar a queda de resíduos nas estruturas do chassi do caminhão
  • Pára-choque traseiro conforme normas vigentes do CNT, com plaqueta de homologação pelo INMETRO;
  • Armários laterais para guarda de ferramentas e acessórios de operação, dotados de portas, fechaduras, dreno, vedação com perfil de borracha da linha automotiva, pintura interna com tinta emborrachada, revestimento do assoalho interno e parte superior externa dos armários protegidos por piso de borracha antiderrapante;

Sistema de Hidrojateamento

Bomba Alternativa Triplex modelo BPG-50, marca SIBRAVAC, para operar com vazão de 263 litros/minuto e pressão máxima de 160 Kgf/cm2, dotada de cabeçote hidráulico em aço inox ASTM A-743 Grau CF8 e êmbolos confeccionados em aço inox com revestimento cerâmico.

Circuito de alimentação da Bomba dotado de registro de esfera e filtro “Y” Ø 2.1/2”.

Circuito de descarga equipado com válvula de segurança, válvula reguladora de pressão com ajuste fino, manômetro com preenchimento em glicerina, e registros de esfera de alta pressão com sistema de “by-pass” para o tanque.

Carretel Principal tipo “bandeira”, dimensionado para armazenar 120 metros de mangueira de alta pressão de Ø 1”, equipado com junta rotativa e guia para enrolamento da mangueira de modo a evitar o remonte e sobreposição de camada de forma irregular. O Carretel Principal fica instalado no tampo traseiro do tanque, com estrutura de sustentação adequada e resistente, com acionamento hidráulico nos dois sentidos de rotação, com regulagem de velocidade em ambos os sentidos e com comando centralizado.

A unidade de acionamento do Carretel Principal é constituída de reservatório de óleo, bomba hidráulica de engrenagens, comando manual e motor hidráulico orbital.

Carretel Auxiliar com acionamento manual, dimensionado para armazenar 40 metros de mangueira de alta pressão Ø 1/2”, instalado na lateral traseira do equipamento, equipado com junta rotativa.

Sistema de Alta Sucção (Roots)

Soprador Rotativo de deslocamento positivo tipo “Roots”, com deslocamento de ar de até 5.820 m3/hora e pressão de vácuo de 500 mbar, montado sobre base metálica com atenuador de ruído e silenciador.

Circuito pneumático de interligação do Soprador Roots com o tanque com dois filtros tipo cartucho, válvula quebra - vácuo, manovacuômetro para controle da pressão do sistema de sucção, separador centrífugo e dutos metálicos Ø 10”.

Lança telescópica para deslocamento do mangote de sucção com avanço de 1,5 metros, articulação horizontal de 180º e vertical de 40º com acionamento hidráulico, instalada na parte superior, acoplada na boca superior de carregamento do tanque.

Mangote de sucção de PVC Ø 8” instalado na lança telescópica, e extensores metálicos de mesmo diâmetro acoplados com sistema de engate rápido.

Sistema de Acionamento

Sistema de acionamento através de Caixa de Transferência Integral acoplada no cardam do caminhão, entre a caixa de câmbio e o diferencial, utilizando o próprio motor do caminhão.

Sistema de reciclagem de água

O Sistema de reciclagem de água possibilita o reuso da água dispensada e coletada das redes de esgoto e de escoamento pluvial, onde através do sistema reciclador obtém-se grande redução no consumo de água para o sistema de hidrojateamento.

O Sistema é dotado de uma bateria de filtragem no interior do tanque, classificada como “Sitema primário de filtragem”, onde são retidos os sólidos com granulometria maior. Tal sistema é dotado por um sistema de limpeza evitando a saturação dos filtros precocemente.

Através de um sistema de bombeamento específico, a água bruta coletada, é levada ao chamado “Sistema secundário de filtragem”, onde submetidos à aceleração da força gravitacional os materiais com peso específico maior contidos na água, são separados e levados aos tanque de detritos; e a água livre da concentração de sólidos é encaminhada ao tanque de água de hidrojateamento.

Por fim, o chamado “Sistema de filtragem final”, contido no sistema de reciclagem de água, é acoplado ao tanque de água do hidrojateamento, onde submete-se a referida água à duas sessões de aceleração da força gravitacional por bombeamento, encaminhando para bomba de alta pressão a água reciclada, livre de sólidos abrasivos decantáveis que são devolvidos ao tanque de detritos.

O equipamento será dotado de indicadores de nível onde o operador se certificará da possibilidade e necessidade da reciclagem da água proveniente da rede de esgoto ou galerias de águas pluviais, ou pode até mesmo ser dotado de sistema seletor de reciclagem manual ou automática, onde o equipamento executa a reciclagem automaticamente sem a intervenção do operador.

Tal sistema possibilita além da economia no uso e desperdício de água, a desidratação do material coletado no tanque de resíduos, pois é dotado de um sistema “By pass” que elimina a alta concentração de líquidos em meio aos sólidos coletados e depositados no tanque, podendo descarta-los (os líquidos) na rede ao fim dos trabalhos.

Painel de Comando / Controle

O Painel de Comando/Controle fica instalado na lateral traseira do equipamento, de forma operacional, contendo os seguintes instrumentos:

  • Chave geral/partida do motor;
  • Botão de parada do motor;
  • Comando de aceleração do motor;
  • Conta-giros para controle da rotação do motor;
  • Luz indicadora de alta temperatura da água de refrigeração do motor;
  • Luz indicadora de baixa pressão do óleo de lubrificação do motor;
  • Horímetros de funcionamento;
  • Comando de basculamento do tanque;
  • Comando de abertura/fechamento da tampa traseira;
  • Comando da articulação do carretel principal;
  • Interruptor para os faróis auxiliares traseiros;
  • Interruptor para o sinalizador rotativo;
  • Tomada para conexão do plug do farol móvel;
  • Todos os instrumentos de comando/controle identificados com plaquetas de alumínio.

Nota: os comandos de acionamento da lança telescópica e do carretel principal ficam instalados na parte traseira do equipamento.

Acessórios / Complementos

O Equipamento é fornecido com os seguintes acessórios/complementos:

120 (cento e vinte) metros de mangueira de alta pressão Ø 1”, sem emendas, termoplástica, pressão de trabalho até 200 bar, pressão de ruptura de 500 bar, com terminais macho NPT nas extremidades, instalada no Carretel Principal;

  • 40 (quarenta) metros de mangueira de alta pressão Ø 1/2”, sem emendas, pressão de trabalho até 160 bar, pressão de ruptura de 640 bar, com fêmea giratória nas extremidades, instalada no Carretel Auxiliar;
  • 01 (um) guia de mangueira para proteção contra quinas na entrada das redes, com extensão de 06 (seis) metros;
  • 1 (um) suporte com roldana em alumínio para proteção contra quinas na entrada do P.V.;
  • 02 (dois) bocais Ø 50 mm para desobstrução, com jatos propulsores traseiros a 35º e um frontal;